domingo, 29 de janeiro de 2017

Corredor de Entrada

O corredor de entrada da Bonfim 130 tinha as paredes e tectos num estado avançado de degradação. O salitre danificou os rebocos inviabilizando a sua recuperação. Assim sendo o projeto passou por aplicar gesso cartonado vulgo Pladur em toda a divisão. Recuperou-se apenas um teto de tabique rebocado com um centro florido em gesso. Existia também um painel de azulejos da década de 90 do século XX que foi removido.










O acabamento foi feito á base de tinta plástica em Branco Mate nos tetos e na cor afinada NCS S3000-n nas paredes. Existia também um fantástico mosaico hidráulico na entrada que teve que ser coberto com pavimento flutuante devido ao estado de degradação e á falta de peças, bem como algumas partidas ou com o vidrado bastante danificado. 











Caixa de Escadas - Recuperação de paredes e tetos

A caixa de escadas da Bonfim 130 é constituída por 4 lanços de escadas e 4 patamares, dois em cada andar e outros dois no intermédio de cada lanço. Cada andar têm 2 portas de entrada a partir da caixa de escadas o que divide a casa entre traseiras e frentes. No último andar está a 6 metros do soalho a clarabóia original. O projeto envolveu remover todas as camadas de papel de parede (foram vários os padrões colados desde a década de 1960) e recuperar o reboco das paredes de tabique e alvenaria á base de gesso e cal.





Todas as partes soltas de reboco foram removidas e refeitas, as restantes em bom estado foram niveladas e barradas com massa de acabamento compatível com o suporte (gesso e cal). Depois disso as paredes e tectos foram lixados e o acabamento foi feito á base de tinta plástica na cor afinada NCS S-3000n Mate.